MANAUS

Em dois dias, Centro de Testagem para Covid em Manaus já registrou mais de 600 casos positivos


Espaço aberto como medida emergencial ficou lotado com pessoas com síndromes gripais. Amazonas enfrenta nova explosão de casos de Covid, com mais de 2 mil confirmados só na quinta-feira (13). Em dois dias, Centro de Testagem para Covid em Manaus já registrou mais de 600 casos positivos.
Leandro Guedes/Rede Amazônica
Um balanço preliminar da Prefeitura de Manaus mostra que do total de exames realizados no Centro Municipal de Testagem para Covid, de quarta-feira (12) até às 13h dessa quinta-feira (13), 22,5% tiveram resultado positivo e 77,5%, resultado negativo.
Os percentuais demonstram que 683 casos foram confirmados para a doença, enquanto 2.349 foram descartados.
Atualmente, o Amazonas enfrenta uma nova explosão de casos de Covid-19, causada, sobretudo, pela variante ômicron. Na terça e quarta (11 e 12), foram registrados mais mil novos casos de Covid. Nesta quinta, foram mais de 2 mil novos casos. O número de vidas perdidas, desde o começo da pandemia, passa de 13,8 mil.
Com o aumento, o medo de uma nova crise reativa as restrições. Eventos com mais de 200 pessoas foram cancelados, além de blocos carnavalescos e até cruzeiros.
Aberto como medida emergencial, o Centro de Testagem foi responsável pela coleta de 3.032 amostras nas primeiras 14 horas de atividades.
Além do teste rápido de antígeno, os que buscaram o espaço, localizado no Studio 5 Centro de Convenções, no Japiim, zona Sul, receberam orientação médica e os remédios prescritos para o controle dos sintomas.
Os que tiveram resultado negativo para Covid-19, foram orientados a seguir o protocolo de tratamento da influenza.
Para a titular da Semsa, Shádia Fraxe, o resultado da testagem é um indicador a mais a ser considerado na análise diária do cenário epidemiológico da cidade.

As pessoas que tiveram confirmação para Covid-19 foram orientadas a seguir em isolamento, o que contribui para a reduzir a circulação do vírus e evitar a propagação da doença

, observa.
Centro de Testagem para Covid fica lotado em Manaus.
Martinha Cruz/Rede Amazônica
Centro de Testagem lotado
Nesta quinta-feira (13), o serviço continuou a registrar alta demanda, como já havia ocorrido no dia anterior, quando o atendimento se estendeu até quase meia-noite, para garantir que todos os que foram ao Studio 5 fossem submetidos ao teste.
No primeiro dia de funcionamento foi realizado o total de 1.946 exames e até às 13h de quinta, outros 1.086.
A Semsa ampliou para 20 os postos de notificação, para 15 os postos de coleta e aumentou de seis para 13 a quantidade de médicos atendendo no local, que segue abastecido com testes e medicamentos.
A Semsa informa que o usuário deve apresentar documento de identificação com foto e o Cartão Nacional do SUS, para ter acesso ao teste e aos medicamentos.
Atendimento
O Centro de Testagem vai atender, inicialmente, pelos próximos 15 dias, das 9h às 19h, de segunda-feira a sábado. O serviço é voltado exclusivamente para pessoas com sintomas gripais, como febre, dor de cabeça, dor de garganta e dor no corpo, coriza e mal-estar.
Além do Centro, 51 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) oferecem o teste, de forma gratuita, na rede municipal. A lista com os endereços das UBSs e horários de funcionamento pode ser acessada pelo link bit.ly/ubscovidmanaus.
A recomendação da Semsa é a de que só procurem o teste as pessoas que estejam no período de 1 a 7 dias do aparecimento dos sintomas.
A partir do 8º dia, o teste rápido de antígeno deixa de ser indicado e o paciente deve procurar uma unidade básica de saúde para avaliação médica.
Crianças podem ser atendidas no local, desde que tenham, no mínimo, 10 anos, as de idade entre 5 e 9 anos devem realizar o teste nas UBSs e as menores de 5 anos, em unidades especializadas em pediatria.
Os vídeos mais assistidos do Amazonas




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM