POLÍCIA

Segunda fase da Operação App Driver prende jovem em flagrante por porte ilegal de arma


FOTO: Erlon Rodrigues/PC-AM

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da equipe de investigação do 3° Distrito Integrado de Polícia (DIP), deflagrou nesta quinta-feira (19/08), por volta das 6h30, a segunda fase da Operação App Driver que resultou no cumprimento de um mandado de busca e apreensão, e na prisão em flagrante de um jovem identificado como Irvin Cardoso Batista, 20, por porte ilegal de arma de fogo. 

Conforme a delegada Grace Jardim, titular da unidade policial, a operação investiga roubos cometidos contra motoristas de aplicativos, que eram ameaçados e reprimidos pelos criminosos. A prisão ocorreu na residência do indivíduo, localizada no Beco Trovão, bairro Petrópolis, zona sul de Manaus. Foi apreendida uma arma de fogo caseira de calibre 28. 

“A Central de Inquéritos expediu o mandado de busca e apreensão em continuidade à segunda fase da operação, e a nossa equipe prendeu Irvin em flagrante. Denúncias davam conta de que ele também cometia roubos na região do bairro Petrópolis”, detalhou a delegada. 

A titular do 3° DIP informou, ainda, que uma das vítimas, um motorista de aplicativo, identificou Irvin como o autor de uma solicitação de corrida. No entanto, outros indivíduos entraram no veículo, sendo eles Luiz Lineker, 31, preso na primeira fase da operação policial, e Lukas, de sobrenome e idade não identificados, que também é investigado pela polícia. 

Os crimes ocorriam desde maio deste ano, sendo que os autores agiam em conjunto tentando burlar as regras do aplicativo para cometer os roubos e não serem reconhecidos. 

Procedimentos – Irvin Cardoso Batista irá responder pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Após o término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, o autor será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerá à disposição da Justiça.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍCIA  |   20/08/2021 12h07





POLÍCIA  |   20/08/2021 11h58